17.3.06

veja bem, meu bem

temos um novo palhaço em vista

(os palhaços de verdade não devem se equiparar a esses bostas)

continuemos: todos estão/estamos achando que tudo é lindo; mas todos estamos na mesma lama.

veja bem: MESMA LAMA.

uns se gabam de seus microondas, outros de suas cabeças cortadas fora.

Depois, uns se gabam de serem alguém:


_ é, eu sou isso e aquilo, trabalho-num-sei-onde-com-num-sei-quem num design qualquer.

_é, eu sou isso e aquilo, trabalho-num-sei-onde-com-num-sei-quem numa chacina qualquer.


É muito fácil fazer com que um odeie o outro.

Nos odiamos com facilidade. Nos amamos pouco.

Mesmo quem se ama tem a capacidade de fazer tudo errado.

Eu, como qualquer pessoa, só quero poder viver sem ter que pensar em merda.

Eu só queria ter que amar.
Sem ter que pensar em morte, em vida, em passado e em futuro.

2 Comments:

Blogger Gaia said...

é atualmente vivemos na sociedade do "Eu tenho"...o que eu sou ou posso ser nessa droga de sociedade é consequência do que tenho. Ninguém está interessado em descobrir o outro em admirar as diferenças, aprender com os erros. Todo mundo finge viver num mundo perfeito, levar uma vida perfeita, ter um empregoperfeito...mas no fundo, bem no fundo...sabem q estão vivendo uma ilusão e sabem q abomba relógio da realidade logo vai estourar...Boom...bem no meio do ego...

21:33  
Blogger Andrea said...

ai Fernanda, que saudades dos nossos papos regados a cevada....

querida, vc É o amor.

19:21  

Postar um comentário

<< Home