28.11.05

cumple

sempre o tormento, a tormenta se aproximando.
cada virada de ano, cada envelhecimento simbólico me apavora.
tenho medo da visão do centro.
me calo, me apago.

6 Comments:

Blogger Beatriz said...

Fiquei tentando entender o que seria o centro. em psicanálise, tem um negócio que chama "núcleo duro". deve ser isso.
Beijo

11:04  
Anonymous Gonçalves said...

me lembra o cortazar.
sobre o relógio:
"no fundo, eles te vendem a morte..."

17:15  
Blogger Beatriz said...

mas nem foi nada disso. lembre-se do CLAP CLAP CLAP.
glória!

19:40  
Blogger L. said...

o centro é escuro, né?

18:50  
Blogger fernanda said...

o centro sou eu no centro.

00:25  
Anonymous adilson said...

No olho da tempestade , não me iludo que vai acabar. Confio na piora das coisas. Me resigno a ter calma e coragem. Feliz natal.

12:52  

Postar um comentário

<< Home